Risoto de Abóbora

Esse risoto é fácil de fazer, fica uma delicia e ainda é versátil: a receita funciona com vários legumes como beterraba, cenoura e aspargos! O segredo está no preparo da abóbora, que é assada antes de ser incorporado ao arroz, o que dá um sabor especial e uma textura diferente da cremosa do arroz. Ah, e aqui não tem desperdício, vamos aproveitar a abóbora inteira!

(Não pessoal, abóbora não dá em árvore - mas pode subir pelo tronco e ficar assim, penduradinha!)

(Não pessoal, abóbora não dá em árvore - mas pode subir pelo tronco e ficar assim, penduradinha!)


ingredientes

(Serve 4 pessoas)

  • Azeite ou uma gordura de sua preferência (óleo de coco, manteiga…)

  • 1 cebola

  • 1 alho poró

  • 500 gr de abóbora (pode ser de qualquer tipo, de pescoço, paulista, moranga, cabotiá, brasileira…)

  • Alecrim

  • As sementes da abóbora (tire e deixe separado)

  • 300 gr de arroz para risoto (carnaroli ou arbório)

  • Vinho branco seco (aproximadamente uma xícara)

  • Aproximadamente 1L de caldo de legumes (Dê preferência para o caldo feito em casa e não o industrializado - o que precisamos é de uma água com sabor para cozinhar o arroz - pode usar as folhas do alho-poró, casca da cebola e os temperos que tiver em casa: sal, ervas...)

  • Uma colher de sopa generosa de manteiga*

  • 100 gramas de queijo ralado* (parmesão, Minas curado, algum queijo mais "duro") - é melhor ralar em casa, na hora de usar, do que comprar de pacotinho já ralado

(*a manteiga e o queijo podem ser substituídos por creme de castanhas, para um prato vegano)


modo de preparo

  1. Vamos começar picando os ingredientes - isso vai facilitar depois!

    • Cebola: em cubinhos pequenos (mas não se estresse, pequeno que dá para cortar, de acordo com sua habilidade).

    • Alho-poró: pequeno também (no meio, de comprimento, e de novo, e depois fatiado)

    • Abóbora: em cubos, mais ou menos 2x2 cm (ou o tamanho que você achar que vai ficar bom para comer no meio do risoto) - guarde as sementes, ok? E não precisa tirar a casca para assar, vamos aproveitar tudo.
       

  2. Agora vamos preparar o caldo: coloque a água para ferver em uma panela grande, adicione os temperos, casca da cebola e as folhas do alho poró e deixe no fogo durante todo o preparo - para usar no risoto, ela tem que estar quente, já que vai ser adicionada aos poucos e não deve abaixar a temperatura do arroz.
     

  3. Espalhe a abóbora picada em uma assadeira grande em uma única camada (nada de abóbora amontoada uma em cima da outra). Regue com azeite de oliva ou óleo de coco, tempere com sal e as ervas que gostar mais (sugerimos o alecrim) e misture bem. Coloque no forno médio pré-aquecido.
     

  4. Numa panela grande em fogo baixo, adicione um fio de azeite ou gordura de sua preferência. Junte a cebola e refogue até ficar translúcida (vamos dizer 2-3 minutos) e em seguida, adicione o alho-poró. Quando os dois estiverem macios e começando a dourar, adicione o arroz e misture bem, para cobrir cada grão com o óleo e ele começar a "fritar". O arroz deve ficar assim só um minutinho, ok? 
     

  5. Adicione o vinho branco seco e misture bem. Agora, aproveite e sirva uma taça para você! E coloque uma música legal, assim cozinhar fica melhor ainda! :)
     

  6. Quando o vinho secar, comece a adicionar o caldo de legumes - o segredo do risoto está aqui: é preciso adicionar aos poucos, uma ou duas conchas de cada vez, mexendo sempre, sem deixar grudar no fundo e sem deixar secar. Sempre que começar a secar, adicione mais um pouquinho!
     

  7. Depois de 20-30 minutos no forno, a abóbora já está quase boa! É bom conferir e virar as abóboras, para elas dourarem por igual. 
     

  8. Continue acrescentando o caldo ao arroz, sempre aos poucos. Quando o risoto começar a ficar mais cremoso, é um bom indicador de que estamos no caminho certo! Vá provando um pouco até chegar no ponto desejado: cremoso, mas não grudento, e ainda um pouquinho firme. O arroz demora de 17-20 minutos para ficar no ponto certo. 
     

  9. Quando a abóbora já estiver quase pronta, vamos abrir um espaço na assadeira e adicionar as sementes, para que elas assem por 5 minutos e fiquem crocantes, sem queimar! 
     

  10. Se o arroz chegou no ponto, é hora de adicionar a manteiga e o queijo (ou o creme de castanhas) e desligar o fogo imediatamente. Mexer suavemente para incorporar os dois no risoto e ai, segredinho, tampar a panela por uns 5 minutos (por isso o arroz tem que estar firme ainda!). Ele continua a cozinhar um pouco, ok?
     

  11. Tire a abóbora do forno (tire quando estiver boa, durante esse período todo, mesmo se for antes do arroz ficar pronto). Misture a abóbora  no risotto para servir (pode colocar o alecrim e o óleo que estiver na assadeira).
     

  12. Espalhe as sementes sobre o risoto, para uma textura crocante e um gostinho de delicioso! 


resumo

  • O arroz precisa de uns 17-20 minutos para cozinhar, mas a dica é vigiar o ponto descrito acima, adicionar o caldo aos poucos e sempre, e desligar quando estiver mais molhadinho do que você quer para comer. Risoto todo grudado não é o que queremos!

  • A abóbora precisa de uns 30-40 minutos, virando ou mexendo na metade desse tempo e checando a cada 5 minutos. As sementes precisam de menos tempo, uns 5 minutos, então coloque na assadeira no final.

 
 

Uma outra opção é fazer o mesmo risoto com sálvia - nesse caso, frite as folhas de sálvia (umas 3 por pessoa) na manteiga (ou outra gordura, azeite etc) por pouco tempo, até ficar sequinha e crocante (não deixe queimar, é rapidinho) e coloque por cima do risoto com as sementes de abóbora.

Caso queira usar outro vegetal, a ideia é a mesma, só o tempo de assar que pode variar. Mas é só ir olhando a cada 5 minutos :)